30/04/2015 - JOSE JORGE CANELLA Estou me sentindo uma pessoa muito Feliz!!!
E vou contar porque: Durante 30 anos, isso mesmo, 30 anos, tive vergonha de
sorrir, de mostrar meus dentes, que eram tortos e feios, e pior ainda, me impedia
movimentar a língua, o que acabava atrapalhando minha dicção.
Há 18 meses atrás, meu grande amigo Fabinho Panariello me convidou a fazer uma
avaliação Ortodôntica, sem compromisso, e aí pude entender, quanta vantagem
tem a saúde bucal. A partir daí decidí e coloquei o Aparelho Ortodôntico Damon
System, e o resultado foi muito melhor que o esperado não só esteticamente,
como também me devolveu a altoestima e hoje sorrio sem medo, sem
constrangimento e respiro muito melhor. Com isso levo a alegria de sorrir sempre
para minha querida esposa, Celeste, e aos meus amigos.
O que antes era constrangimento, hoje virou prazer.
Parabéns Equipe Dipanariello, pelo atendimento, e em especial ao meu grande
amigo Doctor Fabinho, EXCELENTE PROFISSIONAL!
16/04/2015 - ROSANGELA DE PAULA MARQUES As únicas palavras que descrevem o que eu estou sentindo hoje, após o final do
meu Tratamento Ortodôntico Damon System, é SATISFAÇÃO E FELICIDADE.
Vale muito a pena, investir neste Tratamento.
Quero agradecer a todos em geral, na Clínica Dipanariello, pelo atendimento e
atenção dispensados a mim.
Att.
Rosângela de Paula Marques
Leia outros depoimentos publicados por nossos clientes
Unidade São Paulo Telefone: (11) 2950-3711 R. Batista da Mata, 46 - Alto de Santana Unidade Vinhedo Telefone: (19) 3826-1934 R. Gumercindo Vieira Rocha, 325 - Jd. Flora
PRIMEIROS DENTINHOS - cuidados Foto publicado em 25/06/2013
fonte Dr. Fábio Panariello
clique nas imagens para ampliar - navegue com o mouse ou as setas de seu teclado
Fernandinho e Sua mãe Paula - Cuidados essenciais para a saúde Bucal do Bebê.
Higiene bucal do bebê

Além das indiscutíveis propriedades físicas, nutricionais e psicológicas do leite materno, a amamentação é importante para a saúde bucal do bebê. Mamando no peito, o bebê respira pelo nariz e é obrigado a morder, avançar e retrair a mandíbula. Isso propicia o correto desenvolvimento muscular e esquelético da face, possibilitando a obtenção de uma boa oclusão dentária.
Os cuidados com a higiene bucal devem começar a partir do nascimento do bebê. No recém-nascido, a limpeza deve ser feita com uma gaze ou fralda umedecida em água limpa para remover os resíduos de leite. Com o nascimento dos primeiros dentes (por volta dos 6 meses), a fralda deve ser substituída por uma dedeira. Aos 18 meses, com o nascimento dos primeiros molares decíduos, a higiene deverá ser realizada com uma escova dental infantil sem creme dental ou com um creme dental sem flúor. O creme dental fluoretado só deverá ser utilizado a partir dos 2 ou 3 anos de idade, quando a criança souber cuspir completamente o seu excesso.
A cárie é uma doença transmissível. O Streptococcus mutans, bactéria causadora da cárie, pode ser transmitido da mãe para o filho pelo contato direto. Por isso, não se deve soprar a comida do bebê nem experimentá-la com o talher dele, pois é possível transmitir a ele essas bactérias.
A primeira visita ao dentista deve ser feita ainda na gestação. O ideal é que a mãe faça uma consulta para receber as orientações necessárias para manter a correta saúde bucal do seu filho. Independentemente da consulta da gestação ter sido realizada, a primeira consulta do bebê deve ser por volta dos 6 meses, coincidindo com o nascimento do primeiro dente decíduo. Preferencialmente, a consulta deve ser realizada com o odontopediatra, pois é ele o profissional habilitado a fazer esse primeiro atendimento.
A cárie de mamadeira é uma cárie de desenvolvimento rápido (aguda), que provoca dor e dificuldade de alimentação, determinando perda de peso e de estatura. É provocada pela ingestão de líquidos açucarados na mamadeira, principalmente durante a noite, sem que seja feita a higiene bucal posterior.
Quando for trocar a mamadeira pelo copo, e houver preocupação de o bebê não tomar mais leite a mãe deve ter alguns cuidados.Todo processo de remoção de hábitos deve ser lento e gradativo. Antes de remover a mamadeira, é necessário ter certeza de que seu filho sabe e gosta de tomar líquidos no copo. Para isso, primeiramente substitua apenas uma mamadeira pelo copo (geralmente, inicia-se pela mamadeira da tarde). Quando perceber que seu filho está tomando todos os 250 ml anteriormente oferecidos na madeira, no copo, substitua a mamadeira da manhã. No momento em que ele estiver ingerindo 500 ml de leite por dia no copo, a mamadeira da noite deverá ser substituída. Esse processo pode durar de 2 a 6 meses, dependendo da criança, por isso, o ideal é que ele seja iniciado um pouco antes dos 2 anos de idade. Para facilitar o processo, pode-se usar os copos com tampa, também chamados de copos de transição.
Para remover a chupeta, deve-se reduzir o seu uso a cada dia. Comece utilizando-a moderadamente, somente quando a criança estiver adormecendo. Quando a criança dormir, lentamente, remova a chupeta da boca e guarde-a. Nunca deixe a chupeta em correntes penduradas no pescoço ou ao alcance da criança. É a mãe que deve administrar as horas de uso, e não a criança. Assim, cada dia ela usará a chupeta um pouco menos até reduzir completamente o seu uso, o que deve ocorrer por volta dos 2 anos de idade.
Leia as Últimas Notícias
Dipanariello Odontologia - 2017 - Todos os direitos reservados
Desenvolvido pela MVM Design